• Vineyard
  • Vineyard
  • Vineyard
  • Vineyard
  • Vineyard
  • Vineyard

Quinta da N.ª S.ª do Loreto

A Quinta Nossa Senhora do Loreto situa-se na Vila de Sabrosa, em pleno Alto Douro Vinhateiro, região classificada pela Unesco em 2001 como Património da Humanidade na categoria de paisagem cultural.
O actual produtor e proprietário, desde 1987, tem associado, nos nove hectares que constituem a quinta, a tradição vinhateira do Douro às novas técnicas vitivinícolas.

A longa tradição de viticultura, com cem castas autóctones de videiras, produziu uma paisagem cultural de beleza excepcional que reflecte a sua evolução tecnológica, social e económica.

Mantendo a tradição, o produtor tem associado as vinhas velhas, com mais de 25 anos, a novas plantações de castas autóctones com clones seleccionados privilegiando a produção amiga do ambiente.

Os vinhos D’EÇA são vinhos de quinta, produzidos de forma sustentável com uvas criteriosamente seleccionadas exclusivamente das vinhas da Quinta Nossa Senhora do Loreto

A Região

Sabrosa, Portugal

O Douro é uma região maravilhosa. Agreste mas bela, em que tudo se joga no confronto do Homem com a Natureza. No domínio do declive, na adaptação a um clima duro, quente e seco. Não é por acaso que os solos do Douro, esse xisto feito terra arável, são geralmente Antrossolos – a metamorfose do solo pela acção humana, essencial para garantir a boa colonização da terra pelas raízes e a existência do máximo aproveitamento de água.

A região é marcada pelo seu serpenteante rio, o Douro, desenvolvendo-se à volta dos vários afluentes. Um destes dá mesmo nome a duas das três sub-regiões da Região Demarcada do Douro, a mais antiga região regulamentada do mundo (1756): Baixo Corgo, Cima Corgo e Douro Superior.

A região de Sabrosa, em pleno Cima Corgo, onde se localiza a Quinta Nossa Senhora do Loreto, é uma região particular. Com uma altitude média de 500 metros acima do nível do mar e uma maior precipitação em relação ao Douro Superior, pode produzir vinhos mais elegantes, mais frescos, em que todos os componentes da uva amadurecem ao mesmo tempo, gerando vinhos que reflectem o equilíbrio que procuramos.

The Team

João Almeida D´Eça Produtor

João Almeida D’Eça

Advogado por vocação, viticultor e vitivinicultor por paixão, adoptou o Douro como a sua terra onde com a Quinta de Nossa Senhora do Loreto pretende deixar a sua marca e com o vinho a memória do produtor da terra e do homem. Elegendo o ambiente e os processos naturais como parceiros da produção, privilegia as técnicas não agressivas, o rigor e a precisão, como o mecanismo de um relógio, para a compreensão do processo de produção de um vinho natural único e diferenciado.

Daniel Fraga Gomes Enólogo

Daniel Fraga Gomes

Engenheiro Agrícola, formado pela UTAD, trabalhou em algumas das principais regiões do país – Alentejo, Dão, Bairrada, Douro… – sempre ligado à viticultura e enologia. A sua filosofia na criação de vinhos assenta no respeito e interpretação da melhor expressão da terra, do Terroir, procurando com rigor o equilíbrio perfeito.

Emanuel Amaral Responsável das vinhas

Emanuel Amaral

Filho do Douro, nascido na Terra, é um conhecedor dos segredos que o campo tem. De forma dedicada e atenta mantém o seu “jardim”, garantindo que as uvas cheguem à adega num estado perfeito.