Page 16 - deça_16pags_6

This is a SEO version of deça_16pags_6. Click here to view full version

« Previous Page Table of Contents Next Page »
16
Viticultura e dados climáticos:
A precipitação observada durante o
Inverno situou-se ligeiramente acima
da normal, destacando-se o contributo
de Dezembro. Na Primavera os valores
fcaram aquém da média. Desde o fnal
da Primavera, até ao início do Outono,
o clima foi seco, existindo chuva pontual
mas oportuna em Agosto e Setembro.
Os valores da temperatura do ar, em
Abril e Maio, foram muito acima da
média, tendo sido registadas 3 ondas
de calor, uma em Abril e duas em Maio.
O Verão foi mais fresco existindo no
entanto alguns dias de grande calor.
Neste contexto existiram boas condições
de maturação, com um adiantamento
do ciclo vegetativo de 15 a 10 dias. Por
toda a região existiram condições muito
favoráveis para o desenvolvimento de
algumas doenças da vinha, nomeada-
mente o oídio, mas também o míldio,
que não tiveram qualquer impacto
na quinta, apresentando as uvas um
estado ftossanitário impecável, fruto
de um trabalho rigoroso e recorrendo a
práticas culturais sustentáveis e amigas
do ambiente.
Vindima Manual:
A vindima manual foi iniciada a 13
de Setembro. Primeiro vindimamos a
Touriga Nacional e só depois a Tinta
Roriz. Terminamos a 6 de Outubro de
2011 com o Tinto cão, a nossa casta de
ciclo mais longo. Estas castas foram
provenientes da vinha mais velha,
garante suplementar de equilíbrio e
elegância.
Produção por Hectare:
Tinta Roriz: 6.500 Kg/ha
Touriga Nacional: 4.950 Kg/ha
Tinto Cão: 3.416 Kg/ha
Fermentação e Estágio:
A vinifcação foi conduzida em lagar
de inox, com temperatura controlada,
tendo as massas vínicas sido sujeitas
a uma maceração pré-fermentativa. A
fermentação maloláctica foi efectuada
parcialmente em barricas novas e com
2 e 3 anos de carvalho francês e ameri-
cano, onde prosseguiu o estágio por um
período de 9 meses. O lote fnal fcou
composto por 50% de Touriga Nacional,
30% de Tinto Cão e 20% de Tinta Roriz.
Engarrafamento eNotas de Prova:
Engarrafado em Setembro de 2012
Cor:
Rubi intenso
Aroma:
Frutos vermelhos maduros,
discretos mas presentes, especiarias, e
nuances fumadas e de café prove-
nientes de madeira bem integrada.
Boca:
Elegante e macio mas vivo e
persistente, com madeira presente, mas
muito bem integrada.
Álcool:
14,32%
Acidez Total:
4,94 gr/l
Acidez Volátil:
0,6 gr/l
pH:
3,95
Extracto seco:
30,6 gr/l
Temperatura de serviço:
18 – 20ºC
Gastronomia:
Caça, assados, carnes
vermelhas, comida italiana…
Quantidade produzida:
3.700 garrafas
Produtor:
João Carlos Moura Coutinho
Almeida D’Eça de Sousa
Enólogo:
Daniel Fraga Gomes
D’Eça
Reserva
2011
DOURO DOC.